quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Cozinha americana estilosa

Para ter uma cozinha estilosa, você pode apostar em uma boa iluminação e alguns detalhes específicos como adesivos de parede, acessórios coloridos, objetos decorativos, entre outros. Nesta cozinha o cliente desejava um estilo de decoração contemporâneo e integração entre cozinha e living.

Neste projeto, foi feita a integração entre cozinha e living, quebrando a cozinha e fazendo a ampliação da sala.

Photo Credits: Cavalcante Ferraz Arquitetura
Em relação a uma cozinha tradicional, a grande vantagem da cozinha americana é a convivência como um todo.
E para inovar nas cozinhas pequenas, o conselho é se atentar aos mínimos detalhes.
A iluminação dessa cozinha foi pensada para valorizar a luz natural, que em da area de serviço juntamente com a iluminação do living e varanda. Dessa forma, foi colocado um ponto central na cozinha, o que resultou em um ambiente claro e bem iluminado.

Photo Credits: Cavalcante Ferraz Arquitetura

E,para dar um toque especial na decoração foi aplicado um adesivo de pimenta na divisória entre cozinha e área de serviço.

Os utensílios em tons de azul também quebraram a monotonia do ambiente, assim como os vasos em tons de roxo colocados em cima do balcão, um ambiente bem claro e iluminado combina com acessórios coloridos.




quarta-feira, 19 de novembro de 2014

Como montar sua árvore de natal

Por mais que haja ansiedade de ver a árvore finalizada, o ideal é monta-la aos poucos, com toda a família, intensificando a colocação dos enfeites na última semana.

1- Depois de escolher a árvore (seja natural ou artificial), forre o pé de pinheiro com um tecido de cor única ou estampado com tema de natal, isso dará melhor acabamento ao todo.

2- Separe as luzes pisca-pisca. Desenrole os fios e comece a espalhá-los pelos galhos de baixo para cima, dando a volta na árvore. Intercale o fio com os galhos.

3- Agrupe os enfeites por tipo (laços, bolas, bonecos, caixinhas de presente, bengalas, etc) para visualizar melhor a quantidade de cada um e planejar a distribuição de forma equilibrada.

4- Os primeiros a serem pendurados serão os enfeites de maior volume como laços, bonecos... Tente manter a mesma distancia entre cada um.

5- Hora de colocar as bolas. Comece posicionando-as embaixo dos laços, depois espalhe-as pelos espaços vazios, Lembre-se de equilibrar as cores.

6- De tempos e tempos, afaste-se um pouco mais para ver a árvore por inteira e identificar os espaços vazios. Neles posicione os demais enfeites menores.

7-Finalize a decoração posicionando a ponteira.

Ideias criativas para decorar com luzes de Natal

A iluminação de natal é um dos elementos mais mágicos da quadra, pois, são as luzes natalinas, que dão um brilho único e muito especial à árvore.


1- Luzes de vidro

Photo Credits:Chiotsrun


Para um impacto de grande escala, encha uma enorme jarra de vidro com luzes de natal e a coloque junto a lareira, no hall de entrada ou uma em cada ponta do corredor.

2- Quarto com espirito natalino

Photo Credits: Decoist


A decoração de natal não tem de se restringir a sala... por isso, porque não iluminar o quarto com um bocadinho de brilho natalino? Pendure vários fios de luzes de natal brancas por trás da cama, criando uma especie de cabeceira iluminada.

3- Bola de luz

Photo Credits:Tranchis


Utilize uma bola de futebol, forre-a com pequenas luzes de natal em toda a volta e dispunha dentro da lareira para uma decoração de natal bem original.

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Jardim Japonês

O jardim japonês surgiu nos templos budistas, cada elemento tem seu significado, Originalmente as flores não são usadas, pois se transformam constantemente.

Photo Credits: Habitissimo

Os principais elementos são:

O lago e as carpas: Água é vida, daí a importância do lago. Nele vivem as carpas, símbolo de fertilidade e prosperidade, podem ser instalados uma bomba com filtro, garantindo a circulação da água.

Aqueda d'água: Além de oxigenar a água, a cascata significa a continuidade da vida.

A lanterna: É um elemento que induz a concentração, ajudando a clarear a mente, os pontos de luz são estrategicamente distribuídos para não ofuscarem a visão. A lâmpada é de 15 watts.

As pedras das cascatas: A pedra colocada na posição vertical representa a figura do pai, e da horizontal, a mãe. Dela brota água. As outras pedras, simbolizando as descendentes, são distribuidas em torno do lago.

O bambu e os adornos: Os galhos do bambu são amarrados, direcionando o crescimento para que a planta se curve para o lago como em reverência.

Veja Também: Decoração com móveis planejados

domingo, 7 de setembro de 2014

Tipos de janelas de madeira para casa

Photo Credits: Habitissimo
Toda casa possui janelas de tamanhos e modelos variados, que servem para deixar cada  ambiente bem ventilado e iluminado, e com isso dar aquela arejada tão importante e que ajuda na prevenção contra o aparecimento de mofos pela casa.

Elas podem ser feitas de vários materiais, como alumínio, ferro e madeira, e em vários tamanhos e modelos de acordo com o ambiente onde serão colocadas.

Vamos falar especificamente das janelas de madeira, talvez elas sejam os modelos que mais trazem elegância aos ambientes, como quartos, salas e varandas, já que podem ser pintadas de várias cores, e com isso ter uma combinação perfeita com outros elementos da decoração, como móveis, quadros e vasos.

As madeiras mais utilizadas para fabricação das janelas destacam-se a itaúba, grapiá, freijó e jatobá, que são bastante resistentes e proporcionam um acabamento muito melhor.

Mas é importante que as janelas de madeira recebam proteção extra na hora da pintura, para evitar que a madeira sofra com os efeitos do calor excessivo ou da umidade. Também é indispensável o uso de produtos que protegem a madeira contra ataques de cupins e outros insetos.

As janelas de madeira podem ser utilizadas em vários ambientes, como quartos, salas ou varandas, que em especial podem receber modelos maiores e que permitam maior luminosidade ao ambiente.

Elas podem ser feitas em modelos com aberturas amplas para fora da residência que a tornam ideais para casas pequenas e com pouco espaço.

De preferência as janelas devem ser fixadas na parede de modo que permitam maior entrada da luz solar durante todo o dia, e com isso o cômodo ficará mais arejado e livre de ácaros.
Photo Credits: Habitissimo

Photo Credits: Habitissimo

domingo, 24 de agosto de 2014

Página do Construção Hoje no Facebook

Curta nossa página para receber as nossas postagens diretamente no seu Feed de notícias!

Decorar banheiro com espelhos

Decorar banheiros com espelhos faz toda diferença! A cada dia que passa investir em uma boa decoração para seu lar tem se tornado, além de uma tendência, algo que valoriza muito seu imóvel. Uma decoração bem elaborada não é aquela onde é planejado apenas o gasto com móveis caros ou itens de decoração. Muito pelo contrário, a tendência da moda é investir a cada dia mais na decoração que traga, antes de tudo, paz o ambiente, deixando o local muito mais confortável.

Mas claro que, além do conforto, temos que ter o foco no charme e sofisticação das tendências existentes no mercado ao decorar banheiros com espelhos.

Um dos ambientes que tem ganhado a cada dia mais atenção é o banheiro. E a peça que tem proporcionado tudo isso no ambiente é a combinação de espelhos dos mas variados estilos e formatos.

O espelho é uma peça chave que pode ser usado para decorar em vários cômodos da casa. E no banheiro sua elegância pode ser proporcionada por molduras diferenciadas, que mais parecem com obras de arte ao decorar banheiros com espelhos.

Sem contar ainda que o espelho nos dá a sensação de amplitude do ambiente, e com isso temos aquela sensação de que o espaço interno de nosso banheiro é muito melhor. E sabendo aproveitar esta amplitude, juntamente com a luminosidade que um espelho proporciona, teremos um local muito mais agradável e harmonioso.





Veja esse post: Pastilhas de vidro para banheiro

Mármores e Granitos

Estas pedras que possuem aparência parecida, tem usos distintos em função de suas características próprias, cuja origem encontra-se na sua composição.

O granito é uma rocha magmática formada de quartzo, com dureza acima de 6 na escala Mosh, enquanto o mármore é o carbonato presente em sua constituição, substancia que reage com ácidos, mudando de cor.
Ambas podem ter acabamento lisos ou ásperos, dependendo do uso.

Na limpeza da obra, não se deve aplicar nenhum tipo de removedor químico, pois pode causar manchas na pedra. O granito recém assentado deve ser limpo com palha de aço e depois, varrido. Para o mármore, somente espátula e vassoura de pêlo devem ser utilizadas. Em ambos os casos recomenda-se  proteger a superfície com plastico bolha até o final da construção.

Para a limpeza, deve-se utilizar apenas pano úmido e, se necessário, detergente neutro incolor. Qualquer substância colorida derramada acidentalmente sobre a pedra deve ser imediatamente enxugada com pano absorvente.

Ao fazer uma pesquisa de preços, deve-se considerar que a mesma pedra pode ser chamada de vários nomes, motivo pelo qual recomenda-se levar um exemplar para a comparação de cores e preços.

Photo Credits: Divulgação

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Proteja os móveis do sol

Caso aquele lugar que você escolheu para os seus móveis de madeira seja exposto demais ao sol, o melhor é mudá-los de lugar. Os raios solares causam manchas e até descolam as lâminas, descascando os móveis.

Caso não consiga retirá-los dali, o jeito é apelar para outras soluções. Observe o período que o sol atinge o móvel com mais intensidade, se for na parte da manhã pendure uma cortina fina que impeça a radiação direta na peça, caso seja a tarde, prefira as cortinas de tecido grosso ou as do tipo corta-luz , pois a radiação solar é mais forte.

Photo Credits: Habitissimo

Parece madeira de demolição

Painéis, bancadas, móveis e até tijolos. A madeira esquenta o ambiente e traz uma sensação de lar aconchegante. A velha madeira trabalha com uma técnica artesanal de envelhecimento sobre MDF. As peças ganham um aspecto bem personalizado.

Photo Credits: Habitissimo

A técnica utilizada  para adquirir o aspecto envelhecido na madeira é feita por meio de produtos químicos e pó de mármore. Os produtos ganhão a aparência de madeira de demolição, trazendo requinte aos mais diversos espaços.

Dicas para iluminar a sua casa

Iluminação é tudo em qualquer ambiente, alguns lugares como boates cinemas e bares precisam de pouca iluminação, mas em casa, exceto no quarto, ela é fundamental para deixar o ambiente claro, alegre, aconchegante entre outras coisas. Além disso a iluminação passa a impressão de limpeza, e viver em uma ambiente assim é bem agradável. Veja abaixo como deixar sua casa iluminada.

Abrindo as portas e as janelas, mas calma, o fato é que, algumas portas e janelas devem ser abertas no sentido de modificadas em termos de tamanho, local e o modelo. Por exemplo, quantos de nós não temos portas de madeira na sala quando poderíamos deixar o ambiente mais iluminado colocando uma porta de vidro.
Photo Credits: Habitissimo

A porta de madeira pode até ser mantida mas porque não aumentar o tamanho da janela da sala,   deixando-a mais baixa para que o piso seja iluminado e o ambiente fique mais claro? São métodos para pensar e reinventar a nossa casa para deixa-la confortável.

Lâmpadas incandescentes em tons amarelados também são uma boa pedida, mas uma forma de economizar e ter a claridade é deixando a luz do sol bater nos ambientes mesmo. Luminárias altas ou abajures para a iluminação da sala a noite são um charme sem igual no ambiente, oferecendo conforto e bem estar aos que costumam ficar ali conversando. É uma forma de economizar sem abrir mão da beleza de sua casa e do seu conforto.

Cortinas claras, portas de vidro, janelas grandes e uma boa organização e decoração pode ser o que falta para deixar sua casa mais iluminada e bonita.
Photo Credits: Habitissimo

Photo Credits: Habitissimo

Painéis de madeira no quarto

Na hora de decorar o quarto, você pode optar pela cama box e personalizar a cabeceira com um painel de madeira. O material interage perfeitamente com os vários projetos e estilos, dando vida ao ambiente.

Existem lojas que elabora a peça sob medida. Com a tendência das camas tipo Box esse revestimento tornou-se o material preferido pelos arquitetos para criar quartos aconchegantes.

Photo Credits: Habitissimo

Photo Credits: Habitissimo

Photo Credits: Habitissimo

Como resolver as goteiras na laje

Photo Credits: Atramos
Algo inconveniente é estar chovendo e notar que há uma goteira no teto, isso em casa com laje acontece facilmente, e nem sempre a solução é simples, o importante é agir rápido e não permitir que a infiltração cause problemas na estrutura da laje.

Para encontrar o problema que está causando a goteira na laje, não é tão simples, pois nem sempre a goteira é exatamente na mesma direção da rachadura, a boa notícia é que quando a chuva passar e a laje começar a secar as áreas que estiverem com infiltração tendem a permanecer por mais tempo bastante úmidas, desta forma será mais fácil de identificar onde está a rachadura, caso a laje seque completamente será mais difícil, portanto não espere muito para olhar.

Após encontrar a rachadura na laje deverá tampar com cimento, desta forma estará evitando que a água venha a infiltrar novamente no mesmo local, aproveite que está na laje e faça uma inspeção completa para avaliar se há mais rachaduras,caso houver não espere que piore, concerte elas também.

Para finalizar esta inspeção passe impermeabilizante em toda a área da laje, que é algo que já deveria ser feito, o ideal é que após o impermeabilizante secar não espere a próxima chuva, teste você mesmo, basta jogar água com uma mangueira por toda a laje e poderá se certificar de que está tudo certo.

Após jogar água por certo tempo já pode ter certeza de que está tudo bem com sua laje, vale lembrar que é importante utilizar o cimento antes do impermeabilizante, pois se não tampar a rachadura antes não vai adiantar passar o impermeabilizante.

domingo, 10 de agosto de 2014

Portão para Garagem: De madeira, Alumínio ou de ferro?

Se está construindo sua casa certamente chegará o momento de escolher um portão para a garagem, seja ele de madeira, alumínio ou em ferro, ambos possuem pontos positivos e negativos, isso sem contar que existem muitos modelos a disposição.

Para quem busca por modelos ainda mais modernos de portão de garagem há a possibilidade de fazer um portão para garagem com um minimo de estrutura de ferro e sua maior parte em vidro temperado, fica muito bonito e moderno, o único inconveniente é a privacidade, afinal a garagem fica completamente exposta a quem passa na rua.

Um dos fatores de maior peso no momento de escolher o portão para a garagem é a manutenção de cada tipo de portão, o que na verdade é um erro, pois ambos os materiais necessitam de manutenção.

Portões de madeira normalmente ficam expostos ao clima, assim pegando chuva e sol ao longo de meses, caso a madeira não seja adequadamente tratada pode acabar sofrendo com isso, para evitar danos a madeira de seu portão ele deve ser raspado e lixado sempre que o verniz apresentar sinais de desgaste, após isso deverá aplicar novamente a seladora e um bom verniz.

Para portões de ferro o grande problema é o ferrugem, mesmo com um bom preparo do ferro e uma pintura de qualidade isso pode ocorrer, então neste caso logo nos primeiros sinais de ferrugem deverá retirar toda a tinta do portão, aplicar algum produto antiferrugem, como o Ferox, após isso aplicar um produto para a prevenção de ferrugem e fazer a nova pintura.

Para quem deseja um portão com realmente muito pouca manutenção a ser feita, sendo assim a escolha deverá ser por um portão de alumínio, este é um ótimo material para quem não deseja ter muito trabalho com manutenção do portão para garagem!

 Photo Credits: Habitissimo

 Photo Credits: Habitissimo

Photo Credits: Habitissimo


Fotos de Cozinha Americana

Antes de mais nada é preciso analisar o que irá compor a decoração da cozinha americana, dando preferência aos móveis, combinação de cores, eletrodomésticos e iluminação.

Escolher as cores certas é fundamental na hora de decorar uma cozinha americana. Procure pensar bem na combinação de cores do ambiente, para manter um visual elegante e limpo selecione no máximo 3 cores diferentes.

Uma cozinha americana tem de ser bem planejada pois todos os móveis são peças únicas, o único objeto a ser comprado a parte são as poltronas para a bancada, lembre-se das cores e escolha uma que combine com as mesmas.

O cooktop, coifa, microondas e fogão embutido são os eletrodomésticos que constituem uma cozinha americana, os modelos em aço inox são os mais usados atualmente, pois o tom neutro do inox deixa o ambiente mais elegante e moderno.

O que destaca mais ainda na cozinha americana é a iluminação, podem ser usados fios de LED dentro dos armários com portas de vidro, dê uma atenção especial para a iluminação, pois vale muito a pena o investimento. 

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação


Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 Foto: Divulgação
Veja esse artigo: Como decorar uma cozinha americana

Decoração com móveis planejados

Após terminar a construção de sua casa certamente irá querer fazer uma boa decoração, uma das melhores alternativas para decorar uma casa ou apartamento é optar por moveis planejados, não confunda móveis modulados com os planejados pois eles são bem diferentes.

Os móveis modulados são feitos sempre em módulos com medidas fixas que são determinadas pelas fábricas, o que ocasiona em um encaixe não tão perfeito, e não aproveita todo o espaço possível do ambiente. Já os móveis planejados são móveis feitos na medida certa, cada móvel é feito exclusivamente para o ambiente em que vai ser instalado, levando em consideração o espaço disponível, e como será feita a instalação do móvel.

 Photo Credit: Todeschini

Uma das características dos móveis planejados é que normalmente são móveis fixos em paredes, isto ajuda bastante a ter uma boa organização de seus espaços, pois terão bem menos móveis espalhados pela casa, uma decoração por si só já faz com que o ambiente fique organizado e mais fácil de circular por ele.

 Também é importante destacar que os móveis planejados são feitos com materiais de boa qualidade, isso além de os deixar visualmente mais bonitos aumenta muito a durabilidade, estes tipos de móveis chegam a durar mais de 15 anos em perfeitas condições!

Entre vários fatores para a criação de ambientes agradáveis um que é muito importante é a circulação de ar por toda casa isso traz diversos benefícios, entre eles vale destacar que os ambientes ficarão mais frescos, e ainda para quem usa ar condicionado terá a vantagem de ter uma maior eficiência, isso faz com que o ambiente seja climatizado com um menor consumo de energia!

Como já foi dito são móveis de certa forma artesanais, sendo assim possuem uma grande flexibilidade com relação a modelos e acabamentos, basta escolher como quer seus móveis e contratar uma boa marcenaria para fazer seus móveis planejados!

Photo Credit: Linea Mobili

Photo Credit: Todeschini


Tijolo Colonial: Fotos de Fachadas e Modelos

A sua casa pode ganhar um toque a mais de beleza se você investir em uma boa decoração com tijolo colonial, que garantirá um visual repaginado para todo seu lar.

Antigamente este material era muito utilizado na construção das paredes das casas mas devido a seu peso e custo um pouco elevado, foi sendo substituído por novos tipos de tijolos, e por blocos de concreto.

Estes tijolos são feitos de barro, são resistentes e muito práticos de serem utilizados, e o acabamento pode ser deixando eles aparentes, aplicando apenas camadas de verniz ao final da construção.

Há também tijolos em formato de curvas, que facilitam muito na hora de construir estruturas como cantos de paredes ou a churrasqueira no quintal.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Veja esse artigo: Dicas de como ampliar o quarto

sábado, 9 de agosto de 2014

Pastilhas de vidro para banheiro

Cada vez mais a decoração dos banheiros é pensada cuidadosamente, procurando fazer deste espaço pessoal, um local agradável e moderno.

Se está a procura de ideias para a decoração do seu banheiro, então aqui você conhecerá uma das tendencias mais fortes dos últimos anos, as pastilhas. Um dos materiais que melhor ficam na decoração de um banheiro é a pastilha, dando um ar original e colorido.

No mercado estão disponíveis vários tipos de pastilhas, que podem ser usadas e combinadas de múltiplas formas, e geralmente elas são usadas de forma mesclada com outros materiais.

Sendo assim e difícil ver uma decoração em um banheiro somente com pastilhas, procurando-se pelo contrário, combinar uma ou mais paredes com pastilha, com outras pintadas ou com outro tipo de material.

As pastilhas são feitas de materiais diversos, permitindo uma grande variedade de opções. As mais usadas são as de vidro, no entanto, existem as pastilhas de inox, cerâmica e de madeira.

Outra questão a levar em consideração é o preço, pois as pastilhas são uma opção mais em conta, pense bem na hora de escolher. A cor de pastilhas de vidro mais usadas em banheiro é o azul. Esse tom é o que melhor se encaixa com o ambiente de banheiro.

domingo, 3 de agosto de 2014

Como projetar sua sala de TV

Nos últimos anos os costumes das famílias estão mudando, boa parte das casa atualmente já não utilizam mais aparelhos como Tv, DVD e Home Theater na sala de estar, deixando esta apenas com um som ambiente para receber os amigos e parentes. Se pensa em fazer isso em sua casa terá que projetar sua sala de Tv.

Quanto antes tomar esta decisão melhor, assim já poderá deixar todo o ambiente preparado para os equipamentos antes de fazer o acabamento, como por exemplo já prever onde ficarão os equipamentos e deixar os conduítes prontos para acomodar toda a fiação, o que resultará em um ambiente muito mais organizado.

Photo Credits: Marlon Hammes

O tamanho


Se ainda está na fazer de elaborar a planta poderá escolher o tamanho da sala de acordo com a Tv que pretende utilizar, caso a planta já esteja definida e estará aproveitando um dos cômodos para fazer a sala de Tv terá que observar qual a distância mínima recomendada para cada tamanho de Tv e comprar uma Tv com o tamanho adequado ao espaço que possui.

Salas de Tv normalmente são ambientes pequenos e aconchegantes, não há motivos para buscar uma grande sala para isto (exceto para pessoas que tem o costume de reunir amigos para ver filmes).

Lembra-se de deixar um espaço livre de ao menos uns 80cm para a circulação de pessoas, além de ser mais confortável, tendo um bom espaço quem for passar ficará menos tempo em frente a tela atrapalhando o filme.

A decoração

Para decorar sala de Tv não há muito segredo, pois é normalmente um ambiente básico, tendo como principais móveis o da Tv (rack ou painel) e o sofá que deve ser pequeno e confortável.
O importante da decoração da sala de Tv está mesmo no final da construção com os acabamentos, pois a sala de Tv pode se beneficiar bastante se optar pelos seguintes itens de acabamento:
Iluminação do ambiente: evite utilizar uma iluminação muito forte em sala de Tv, opte por iluminação indireta que será muito mais confortável e irá conferir um charme especial para o ambiente o tornando ainda mais acolhedor.
Evite cores muito fortes (principalmente na parede da Tv), isso pode cansar a vista rapidamente e tornar o ambiente desagradável, se for utilizar uma cor mais forte como decoração busque deixar esta cor nas costas de quem estiver assistindo Tv, assim o ambiente fica bonito e sem causar incômodo!

Veja esse outro artigo: O sofá é um item essencial na decoração

Iluminação apropriada para o seu jardim.

Apreciar um jardim à noite é muito prazeroso, principalmente nas noites quentes do verão. Além de embelezar sua edificação, um jardim bem iluminado é sempre um convite a uma boa conversa noturna entre amigos e parentes.
A iluminação artificial deve, no entanto, primar por algumas regras básicas:
1. As luzes brancas ou frias, ou seja, as lâmpadas a vapor, são extremamente fortes e devem ficar restritas à áreas públicas e/ou quadras esportivas.
2. Nas residências devemos usar as lâmpadas incandescentes e com média ou baixa intensidade de luz. O jardim iluminado à noite não deve e nem precisa ser igual ao jardim de dia.
3. Evitar o ofuscamento do observador pelo foco dirigido direto na altura de seus olhos.
4. Caprichar nos cuidados com a fiação
Os fios que passam por entre canteiros devem estar em perfeitas condições e serem enterrados para evitar-se tropeções. É muito interessante que se anote o caminho dessas fiações enterradas, para indicá-lo aos jardineiros. Acidentes e consertos são evitados dessa maneira simples.
Devemos usar luminárias produzidas para áreas externas. Estas luminárias têm condições de resistir à umidade, terra, etc. A aparelhagem para iluminação externa classifica-se em três tipos:
Difusor
A emissão da luz se dá por todos os lados e é homogênea, iluminando por igual todo um ambiente. Na maioria das vezes fica fixa sobre um poste ou na parede.
Projetor ou Refletor
A luz é dirigida, formando um facho de luz mais ou menos concentrado. Criam contrastes de claro e escuro e destacam objetos ou áreas. Pode ser fixo ou móvel.
Balizador
É um refletor que possui características para se iluminar áreas de circulação. Seu facho é dirigido para o chão, altura reduzida (sempre inferior a 50cm) e pequena intensidade de luz. São encontrados fixos ou móveis.
A utilização desta aparelhagem deve ser pensada e planejada para se tirar melhor proveito das características de cada um bem como a necessidade de valorização da área a ser iluminada.
A maioria dos arquitetos paisagistas recomenda a colocação de um poste com uma luminária tipo difusor, de média intensidade na entrada, onde termina a rua e começa o jardim da frente, servindo como uma boa medida de segurança.
Desta forma tem-se a visualização de quem está se aproximando da casa. Outro conselho é em caminhos de pedra ou escadas com poucos degraus colocar pequenos balizadores embutidos nas laterais, o que tornam tais caminhos muito mais atrativos e seguros. Iluminar o número da casa é também bastante importante. Para tanto, usam-se variados tipos de luminárias ornamentais fixas, que iluminam uma pequena área da parede, sem emitirem luz direta para os olhos do observador.
Photo Credits: JR P

Para o jardim, difusores criam uma área de luz homogênea e suave no terraço. Projetores ocultos pela vegetação lançam luz direta sobre uma fonte, ou destacam um conjunto de palmeiras e arbustos.
Por último: a iluminação tem poder de estimular passeios noturnos no jardim com a criação de focos de interesse usando fartamente balizadores para indicar caminhos entre os canteiros. Pode-se ainda atribuir elementos como tochas, luminárias encontradas em lojas de antiguidades.Tudo isto somado à criatividade valorizará muito seu jardim e, conseqüentemente, seu imóvel. No entanto, convém lembrar que é extremamente necessária a contratação de um paisagista, uma vez que ele indicará todas as medidas de segurança que deverão ser tomadas, bem como criará um desenho que traduza bom gosto e qualidade ambiental.

Paisagismo e jardinagem

Estrutura para trepadeiras
Uma estrutura triangular simples de bambu pode ser um suporte muito bom para trepadeiras. Além de serem firmes devido à forma triangular estas estruturas darão ares escultóricos a seu jardim, criando sensações visuais agradáveis.
Como as plantas crescem para cima será necessário algum tipo de laço. Um simples barbante permite certa “elasticidade” e não desliza tão facilmente. A estrutura deve ser cravada antes de plantar-se a trepadeira, já que muitas espécies vegetais têm raízes suscetíveis a sofrer algum dano.
Para direcionar o crescimento da trepadeira com os barbantes, é interessante atá-los junto aos nós dos bambus o que evitará que haja o deslizamento do barbante podendo danificar a planta.

Tipo de iluminação

Iluminação focal
Direcionada, ilumina um ponto específico do jardim: arbustos, arvores, esculturas e centros de interesse.
Iluminação indireta
Demarca levemente o jardim sem um foco de destaque; normalmente colocada por trás das plantas ou direcionadas para muros ou pisos
Iluminação geral
Ilumina amplamente o local, sem destacar nenhum ponto; percebe-se o jardim como um todo.

Tipo de aparelhos

Focos e projetores: são indicados para criar efeitos especiais, como o da iluminação focal. Devem ser posicionados a uma distância de 1/3 da altura do elemento a ser iluminado
Postes de iluminação
Indicados para iluminar uma área de maneira geral. É recomendável que tenham mais de 1.80m de altura para não ofuscar as vistas das pessoas.
Balizadores e mini postes
Ideais para iluminar caminhos e elementos baixos de um jardim. Normalmente o raio de iluminação destas peças é igual a duas vezes e meia a sua altura. Também é viável que tenham menos de 1.10m de altura para não ofuscar.
Armaduras e apliques
Normalmente proporcionam uma iluminação indireta, onde se percebe o contorno do local. Estes equipamentos devem ser específicos para as áreas externas: devem ter proteção contra sol, água, ventos, etc. Normalmente possuem vidros temperados, vedação eficiente e borrachas de pressão.
No projeto de iluminação para jardim deve se levar em consideração a função do jardim à noite; a arquitetura do local e o projeto do jardim. Além disso, deve prever a capacidade da rede elétrica disponível
Seja qual for a forma de iluminar jardins, a iluminação externa deve proporcionar segurança e beleza.

O sofá é um item essencial na decoração

Item essencial na decoração, o sofá é sempre o destaque de uma sala. Afinal, é nele que assistimos aos melhores filmes e conversamos com os amigos e familiares.
Photo Credit: Wonderlane
A escolha deste importante item da decoração pode parecer fácil, mas não é. Tudo vai depender do local onde será utilizado, dos hábitos dos familiares, da freqüência de sua utilização e de quanto se quer investir nesta aquisição. Existem sofás adequados para os ambientes de estar (livings) e para os modernos home theaters.
Cada situação exige um modelo apropriado, ou seja, para o living eu indico os sofás de proporções mais enxutas, com traços retos, quantidade moderada de almofadas e tecidos mais nobres, para que as pessoas não fiquem jogadas nos estofados e mantenham uma postura mais formal. Afinal, este é um local para receber. Já para o home theater, a indicação é totalmente contrária. Neste ambiente você pode optar por modelos com assentos mais profundos, almofadas fofas e tecidos resistentes, já que neste espaço a regra é ficar a vontade.
Antes de escolher o seu estofado, vale a consulta de um especialista, pois esse é um item muito importante na decoração e errar pode custar caro. O erro mais comum na compra de um sofá é com relação as suas proporções. Aquilo que na loja parece pequeno no seu ambiente pode virar um elefante branco.
Tenha sempre em mãos as medidas do seu ambiente e não se iluda com o que as lojas oferecem. Antes de finalizar a sua escolha, lembre-se: o seu sofá deve ser funcional, prático e adequado para o seu espaço e necessidade. Prestar atenção nos detalhes diminui as chances de errar.
Pano seco (estofados de couro cru) Escova Pano umedecido e sabão neutro (estofados de couro) Aspirador (estofados de tecidos)
1) Estofados em couro cru só devem ser limpos com pano seco.
2) Nos demais estofados de couro, pode ser usada uma escovação a seco ou, no máximo, um pano levemente umedecido em água e sabão neutro.
3) em estofados revestidos com tecidos, remova o pó com aspirador.
Dicas
Em estofados revestidos em couro, aplique, eventualmente, cera à base de carnaúba para melhorar a sua conservação. Depois, limpe-o com flanela e/ou sabão neutro.
Para conservar o couro macio e impedir que se parta, limpe-o periodicamente com um pano macio embebido em uma solução de 1 parte de vinagre para 2 de óleo de linhaça. Depois, polir com pano seco.

Veja esse outro artigo: Como projetar sua sala de TV

Como decorar uma cozinha americana

O nome de origem serve apenas para estabelecer um padrão, porém as cozinhas americanas já se tornaram uma paixão entre os brasileiros, sendo assim trazemos neste post uma série de dicas para quem possui ou ainda vai fazer uma dessas cozinhas em casa.

Photo Credit: Ellen Choi
Decoração para cozinhas pequenas

A multifuncionalidade da cozinha americana permite um melhor aproveitamento dos espaços da casa, além do mais deixa de ser um ambiente fechado e quente de difícil interação. Desta forma moveis como o fogão e o forno foram reformulados e deixaram de ser integrados.

Dicas de decoração para cozinha americana

Antes de mais nada é preciso analisar o que irá compor a decoração da cozinha americana, dando preferencia aos móveis, combinação de cores, eletrodomésticos e iluminação.

Escolher as cores certas é fundamental na hora de decorar uma cozinha americana. Procure pensar bem na combinação de cores do ambiente, para manter um visual elegante e limpo selecione no máximo 3 cores diferentes.

Uma cozinha americana tem de ser bem planejada pois todos os móveis são peças únicas, o único objeto a ser comprado a parte são as poltronas para a bancada, lembre-se das cores e escolha uma que combine com as mesmas.

O cooktop, coifa, microondas e fogão embutido são os eletrodomésticos que constituem uma cozinha americana, os modelos em aço inox são os mais usados atualmente, pois o tom neutro do inox deixa o ambiente mais elegante e moderno.

O que destaca mais ainda na cozinha americana é a iluminação, podem ser usados fios de LED dentro dos armários com portas de vidro, dê uma atenção especial para a iluminação, pois vale muito a pena o investimento.

O valor de uma cozinha americana completa simples está em torno de R$15.000,00 podendo chegar a mais de R$60.000,00, a dica para gastar menos é pesquisar no maior numero de empresas e sempre pedir um orçamento, que facilitará a negociação e pode reduzir o preço em até 30%.

Vale lembrar que antes de começar a decoração faça uma analise de todos os fatores. quem está a procura de economizar deve sempre pesquisar bastante.

Veja esse outro artigo: Dicas sobre cozinha americana

Limpeza de manchas para Tapete de Nylon

As manchas podem danificar permanentemente seu Tapete. Por isso, devem ser eliminadas imediatamente após a usa formação:
Photo Credit: Laura D'Alessandro
Use sempre escovas de nylon ou anos brancos limpos.
Antes de aplicar qualquer produto, faça um teste em uma área pouco visível para avaliar a possibilidade de descoramento (produtos com alvejante, somente se houver indicação do fabricante).
Em caso de manchas provocadas por líquidos, remova o excesso com papel limpo ou pano absorvente, sem esfregar.
Elementos semi-sólidos ou viscosos devem ser retirados com uma colher, de borda para o centro da mancha antes de se iniciar a limpeza.
Se a natureza do respingo for desconhecida, inicie a limpeza com água morna ou shampoo de pH neutro, preferencialmente cristalizante, que não deixa resíduos na fibra.
Quando terminar, remova todos os vestígios de produtos de limpeza.
Escove os pelos afetados pela mancha, retornando-os a posição original.
Mancha
1º passo
2° passo
3° passo
AçúcarPasse um pano úmido com água morna sobre a mancha, sem esfregar.Enxugue com pano seco ou papel absorvente.
Balas Chocolates DocesPasse um pano umedecido com água e sabonete de glicerina sobre a mancha.Aplique uma solução* com pano úmido.Enxugue com pano seco ou papel absorvente.
CaféAplique gelo sobre a mancha.Passe um pano umedecido com detergente.Enxugue com pano seco ou papel absorvente.
CervejaRetire o excesso com um pano úmido com água morna, sem esfregar.Passe um pano umedecido com água e sabão.Enxugue com pano seco ou papel absorvente.
CháPasse um pano úmido com amoníaco diluído sobre a mancha.Passe um pano umedecido com detergente.Enxugue com pano seco ou papel absorvente.
ChicletePasse um pano umedecido com benzina.Enxague com água morna.Enxague com pano seco ou papel absorvente.
Frutas Refrigerante SangueAplique uma solução* com pano úmido.Enxugue com pano seco ou papel absorvente.
Graxa de sapatoRetire o excesso com solvente para limpeza a seco, sem esfregar.Passe um pano umedecido com detergente.Enxague com o pano seco ou papel absorvente.
LátexPasse um pano umedecido sem detergente.Enxague com água morna.Enxugue com pano seco.
Leite (realizar a operação duas vezes)Passe um pano umedecido com água e sabonete de glicerina sobre a mancha.Enxugue com pano seco ou papel absorvente.
Óleo GorduraRetire o excesso com pano umedecido com álcool, sem esfregar.Passe um pano umedecido com água e sabão.Enxugue com pano seco ou papel absorvente.
Tinta (realizar a operação duas vezes)Passe um pano umedecido com thinner.Retire o excesso com solvente próprio para limpeza a seco.Enxugue com pano seco ou papel absorvente.
Solução
Misture 1 colher de sabão em pó e 1 colher de vinagre em 1 litro de água morna. Agite até fazer espuma.

Lareiras

Quem nunca sonhou em passar o inverno em um clima aconchegante em frente a uma lareira? Esta opção está se tornando cada vez mais presente tanto em projetos de decoração de residências quanto em apartamentos. Além de proporcionar um ar sofisticado para o ambiente, as lareiras podem ainda valorizar a decoração e o preço do imóvel, na opinião de arquitetos.
Atualmente, o consumidor pode encontrar modelos de lareiras convencionais (a lenha), elétricas (aquecedor) e a gás. Todas as opções são indicadas para salas ou dormitórios. Entretanto, os especialistas alertam que antes de realizar a instalação, o morador deve tomar alguns cuidados.
A primeira preocupação deve ser com a chaminé, que exige uma tubulação adequada para que a fumaça não invada o ambiente. Os brasileiros não possuem a cultura do frio e muitas das lareiras construídas acabam se tornando um adorno na residência. Por isso, a melhor opção é a lareira elétrica, que também oferece praticidade na hora da limpeza.
Atualmente, mesmo as residências que não possuem uma boa estrutura para a instalação de dutos para a exaustão da fumaça podem ser equipadas com uma lareira. Kits elétricos ou a gás são boas alternativas de aquecimento do ambiente escolhido. Sem precisar de chaminé, os modelos elétricos não possuem fogo e funcionam como aquecedores.
Para construir uma lareira, o morador poderá contratar um pedreiro ou comprar um modelo pré-fabricado. Nesse último caso, as lareiras são feitas em chapa de aço galvanizado ou em concreto refratário. A diferença está no preço e na montagem.
Os modelos de concreto custam menos e os de chapa de aço são mais leves e vêm com uma estrutura metálica pronta. As lareiras pré-fabricadas podem ser encontradas na versão tradicional, para ser revestida com alvenaria, e no modelo de uso aparente, no qual é necessário quebrar as paredes e furar o teto para a construção de um duto.
Para um acabamento mais clássico,e aconselhável a utilização do mármore Marrom Imperial , Verde Alpi e o Travertino Romano. O acabamento escolhido pelo morador é o que proporcionará estilo para o projeto.

 Modelos pré-fabricados são mais vendidos

De acordo com lojistas, os modelos pré-fabricados de lareiras são os mais comercializados devido à facilidade de montagem e colocação nos ambientes, já que muitos dispensam a construção de uma chaminé.
Em algumas lojas é possível encontrar vários tamanhos de lareiras pré-fabricadas, com preços que variam entre R$ 1.150 e R$ 1.820. Os modelos a gás variam de R$ 2,5 mil a R$ 3 mil. Nestes valores não estão inclusos os gastos com o acabamento, que variam em cada obra realizada.
Independentemente do preço, a lareira deve ter uma câmara de fogo – onde se coloca a lenha – com plaquetas refratárias e fundo levemente inclinado para frente, o que garantirá que o calor fique no ambiente por mais tempo e não escape pela chaminé.
A lareira a lenha constitui um sonho de consumo para muitas pessoas. Entretanto, o ideal é que o projeto esteja previsto antes da construção do imóvel.

O conforto térmico em nossos lares é de suma importância para nosso bem estar. Para isso, a climatização do espaço deve ser pensada desde o início de seu planejamento.
A qualidade na construção é o primeiro passo para se ter uma casa confortável, do ponto de vista térmico. A inclusão de sistemas de climatização passivos no desenho da habitação, a consideração do espaço envolvente, e a escolha da melhor orientação solar, são fundamentais para se ter um espaço mais confortável, e reduzir a necessidade de utilização de aparelhos de aquecimento e arrefecimento, reduzindo o consumo de energia e, consequentemente, o de recursos ambientais.
Assim, a utilização de aparelhos ou sistemas de aquecimento deve ser considerada somente quando não se consegue atuar em termos do edifício. Nestes casos, sempre que possível, deve-se optar pela utilização de sistemas de energias renováveis que já atuem na climatização da habitação.

  HISTÓRICO

O fogo é um bem e um mal da natureza, no entanto não é encontrado de forma natural como a água ou o solo. É preciso ter domínio sobre certas técnicas de produção bem como sua conservação. Essas técnicas levaram milênios para serem conquistadas e aprofundadas.
Os vestígios mais antigos do fogo foram encontrados no continente africano e datam de mais de um milhão de anos. No entanto, são se sabe se seu surgimento foi ocasional ou proposital. A prova mais concreta de domínio do fogo data de 460 mil anos, segundo testemunhos registrados em uma gruta no Norte da China.
A técnica de domínio e emprego do fogo constituiu um dos maiores êxitos humanos e representou um salto gigantesco no desenvolvimento das forças produtivas. Traduziu-se numa primeira grande vitória do homem sobre os elementos da Natureza e um enorme passo em frente no aperfeiçoamento dos utensílios e instrumentos de trabalho e em toda a atividade produtiva.
Aproveitando a madeira como combustível, utiliza-lo para os mais diversos fins. Como fonte de calor, o domínio do fogo completou a vida nos abrigos durante os períodos frios. A sua utilidade, neste aspecto, depende do clima das regiões. As entradas das grutas e os acampamentos ao ar livre ficaram protegidos contra o meio ambiente e os predadores.
Só com o domínio do fogo foi possível o homem suportar as temperaturas das áreas mais próximas dos pólos. A utilização do fogo exerceu grande influência no modo de vida dos habitantes. Os alimentos passaram a ser cozidos, seus abrigos aquecidos e até mesmo seus armamentos começam a ser melhores produzidos.
Como fonte de calor e de luz, o fogo pode ter constituído um centro de reunião, possibilitando o prolongamento das atividades diárias.
Objeto de mistério, de temor e de veneração, o fogo foi também origem de mitos primitivos, de motivos religiosos, de prática de magia.

Photo Credit: Rui Ornelas

  Lareiras

Características Gerais
O funcionamento de uma lareira está associado a um conjunto de técnicas e cuidados com sua utilização e manutenção. Uma lareira ideal garante que a fumaça não invada o ambiente onde está implantada e nem permita perdas de calor, o que requer um bom projeto e dimensionamento adequado.
O aquecimento deve ser compatível com área do ambiente e com o número de pessoas que o frequentam  Mas a temperatura final é determinada, na realidade, pela quantidade de lenha queimada.
A estrutura de uma lareira é composta basicamente por três partes:
Caixa / Câmara de Fogo: é a chamada boca (abertura da lareira para o ambiente), cujas dimensões serão determinadas pelo local onde será implantada. O fundo desta câmara é constituído por uma parede inclinada. Sua finalidade é empurrar as ondas de calor rumo ao piso do ambiente. Dessa foram, o ar quente – que é mais leve e tende a subir – faz aumentar a temperatura do lugar. É indispensável o uso de massa ou cimento refratário na hora do rejunte, devido à alta temperatura.
Coifa e Duto: está situada logo acima da caixa de fogo. Seu formato semelhante a um funil de ponta-cabeça detém o ar frio que tende a vir pelo ambiente externo, ao mesmo tempo em que captura a fumaça que será expelida para fora. Nessa etapa, é fundamental a garganta, uma abertura, regulável, cuja medida deve ser exatamente igual à área seccional do duto.
Segundo especialistas, o duto do em metal é mais apropriado que o em alvenaria. Por ser liso, o material não retém sujeira nem possui cantos vivos, o que facilita a saída da fumaça, enquanto a chaminé de alvenaria pode manter o excesso de fuligem - já que a determinada altura nem sempre dá para fazer um acabamento primoroso na parte interna.
A tubulação deve ter o mesmo diâmetro, da lareira até o telhado e em direção sempre reta. Se for necessário fazer um desvio, primeiro o duto precisa subir cerca de 1 m, para depois fazer a curva de 45 graus. Ainda assim são autorizados apenas dois desvios de rota na tubulação. Em uma casa térrea, a altura da chaminé deve ficar pelo menos 40 cm acima da cumeeira (ponto mais alto do telhado) ou ser mais alta quando houver interferência nas proximidades, como outras casas e árvores.
A seção da chaminé que melhor permite a exaustão de fumaça é a circular. Devido a dificuldade de sua execução poderá ser usada a forma quadrada. É totalmente desaconselhável o uso de seção retangular (ou outras formas geométricas).

LAREIRA CONVENCIONAL - FABRICADA NO LOCAL
Hoje em dia já não é uma boa opção diante de tantas outras presentes no mercado. Se não for feita por mão-de-obra especializada pode não apresentar um bom funcionamento. Não apresenta porta, portanto a segurança fica comprometida. Como não possui nenhum tipo de controle automático de acendimento e desligamento da chama (tal como acontece em lareiras a gás ou elétricas), não se pode deixar a chama acesa sem supervisão de alguém devido ao perigo de incêndio.
Se não tiver qualquer entrada de ar exterior, consume o ar existente no compartimento fazendo o mesmo ser substituído por ar vindo do exterior por baixo das portas, provocando deste modo correntes de ar frio dentro da habitação.